sábado, 27 de março de 2021

Godofredo Viana: Moradores de Aurizona apontam Mineração como responsável por catástrofe ambiental e entram em consenso na presença de autoridades

Na manhã da última sexta-feira (26), foi realizado na escola Izabel Andrade, uma reunião consensual entre a Mineração Aurizona S.A., através do seu representante legal e diretor geral Andrew Storrie e lideranças do povoado Aurizona, situada no município de Godofredo Viana, com a presença do secretário de Meio Ambinete do Estado, Diego Rolim, Câmara Municipal de Godofredo Viana na representatividade dos parlamentares Gidean, Messias Nascimento, Leandro Severo, Jorge Gordo e Rômulo Miranda, Polícia Militar do Maranhão comandada pelo Ten. Cel. Lenine, 31° BPM dirigido pelo Ten. Cel. Israel Lopes, 8° BPM com os pelotões de Cândido Mendes, Godofredo Viana e Luís Domingues, resultando na conciliação entre ambos, objetivando minimizar os transtornos ocasionados na Vila Aurizona. (Acompanhe aqui).

Na reunião, as lideranças do povoado apontaram a empresa exploradora de metais preciosos, como  responsável direta pelo alagamento da principal estrada rural que dá acesso à sede do município, como também, da poluição de um reservatório de água, onde é capitada a fonte de consumo d'água  pela população do povoado (Veja o vídeo).

Em seu pronunciamento, o secretário de Meio Ambinete Diego Rolim, foi seguro e direto: "resolvam de forma consensual o quanto antes os danos causados à comunidade ou ocorrerá ações mais severas que poderão resultar em multas e em último caso, solicitação via pedido judicial da paralisação dos serviços de exploração na área".

O vereador e presidente da câmara Jorge Gordo complementou "a Câmara Municipal de Vereadores de Godofredo Viana continuará fiscalizando o caso junto a empresa e populares até que os acordos sejem firmados.



O OUTRO LADO DA MOEDA

A Mineração apresentou sua defesa atribuindo culpa ao alto índice de chuva, afirmando tomar todas os cuidados cabíveis com o meio ambiente e comunidade, afim de evitar qualquer transtorno. Mostrando-se sensibilizada e compreensível com o momento crítico, e por fim, se comprometeu em realizar o possível na desfragmentação dos pontos afetados, como também, assitencializando os moradores de acordo com demandas solicitadas.


ACORDOS

Após análise da água contida no Rio em questão, a empresa Mineração Aurizona tomará todas as providências cabíveis com intuito de sanar quasquer prejuízo ocasionado ao meio ambiente.

De imediato, escoamento da lama ou resíduos vazados no rio.

Abastecimento d'água através de carro pipa para moradores da vila, até a finalização do trabalho de limpeza na fonte usada.

Restauração da estrada vicinal que liga sede aos povoados Aurizona e São José.

Contribuição na restituição das terras afetadas com prejuízos.

Cuidados mais eficientes que evitem alagamentos e prejuízos ao meio ambiente, comunidade e municípios próximos.




1 Comentários:

Às 27 de março de 2021 21:32 , Blogger Unknown disse...

A comunidade de aurizona tem que cobrar mesmo dessa exploradora aurizona, que não tá nem aí para as familias que já sofrem há muito tempo com está questão de alagamento nas estradas, eles só pensam neles mesmos e nada mais. Esses individuos q não moram aqui na região não se importam com se quer com família de ninguém e sim no seu próprio interesse maldito da exploração de minério.
Eles acabam nossa estrada asfáltica com excesso de peso ocasionando prejuízos em veículos etc..

 

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial